ALGARAVÁRIA
Home|Algarapostal|Cronópios|Orkut

quinta-feira, abril 13, 2006
esvaziando gavetas número dois

REZA - Apequeno-me diante desse dia que nasce e morre afunilando meu peito emudecido pelo descaso das primaveras.

ROGO - Rumino essa fome que volta e remói as minhas entranhas cegas e empobrecidas pelo abandono da sorte.

RÉSTIA - Sustento esse céu avermelhado a esperar pela chuva que devolverá estrelas cadentes aos meninos que sonham.

REDENÇÃO - Temo esse silêncio que adormecido expurga meus anjos arremessando virtudes no meu rosto.

[o silêncio da dor fingindo morte; a dor suja; imóvel; calcificada na alma]

douglas D.
(2) no algaravial

 

 

Arquivos
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006

 

 

Powered by Blogger

Template by Ernesto Diniz



 

eXTReMe Tracker