ALGARAVÁRIA
Home|Algarapostal|Cronópios|Orkut

quarta-feira, abril 05, 2006
Fazer água: I


Devolução do rosto



Ao lavar a cara,
os dedos encolhem para a esmola
de escutar a água.


Abençôo o ouvido
incólume, bebo
os vagidos de ontem.


* * *


As mãos falando
travam a língua
e dispensam dentes.


Ouço a mímica,
esgarço tua víscera
de questões.


As mãos: casco do rosto.


* * *


Tua boca esfarela em atos
de areia, o grão líquido
devolve a face à aspereza,

tua cabeça deserta.
Tua boca espalmada como cárie:
punho de punhal.


* * *


Um estampido, alegria
de aleluia,

a água escuta o rosto.

Carlos Besen
(7) no algaravial

 

 

Arquivos
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006

 

 

Powered by Blogger

Template by Ernesto Diniz



 

eXTReMe Tracker