ALGARAVÁRIA
Home|Algarapostal|Cronópios|Orkut

sexta-feira, maio 12, 2006
fase blues

noturnos

I

negra escultura, escarpada
rocha que margeia -
abismo súbito da paisagem
queda em esplendor
contra um cinzel de estrelas:
treva que promete
o infinito


II

turva
sua natureza não diz
o espírito

rechaça olhar
impermeável

lado a lado
devolve um brilho:
bauxita


III

- mas o que produziu
em meu corpo
o degelo
de lúcidos prismas
e fez cair
esta noite
recuada de sombras?


IV

noite silenciosa
ou quase
- ao que rangem
pétalas ao vento -
lua a arder
em negro
- ogiva
onde a luz
não refrata - fratura

Felipe K.
(3) no algaravial

 

 

Arquivos
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006

 

 

Powered by Blogger

Template by Ernesto Diniz



 

eXTReMe Tracker