ALGARAVÁRIA
Home|Algarapostal|Cronópios|Orkut

terça-feira, maio 09, 2006
saraIvada siXta(06)

Afoitos comem blues

Há fogos em fatos;
não tão leves que passem com água, sopro ou enfado,
há fogos que não cabem nas camisas,
apagam o limite dos punhos e desabrigam os botões.
Há fogos na água,
mascando as rugas do lençol que você rasgou porque não ardiam.

judith
judiaria.

Era uma vez uma luz e as suas tantas mordidas,
há fomes que não queimam,
e fogos azuis transparindo por causa das foices.
As vezes também dá incêndio no mato da casa na esquina

judith
me judiaria

(e machucou)
porque eu catei cabeças de bonecas pelas crianças assadas.

E machucou, pelo bem do silêncio em covardia.
Mas quando queima e eu vejo blues,
eu não sirvo pra tristeza alheia meu melhor arroz,
danço pra não perder a chama de amanhã.
O aguardo é uma licença protética, com sopro, curativo e descanso.

francieli spohr
(3) no algaravial

 

 

Arquivos
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006

 

 

Powered by Blogger

Template by Ernesto Diniz



 

eXTReMe Tracker