ALGARAVÁRIA
Home|Algarapostal|Cronópios|Orkut

quarta-feira, junho 28, 2006
Lucidez



[Fazer água XIII]



I

Lucidez,
e queimo sem arder.

Lucidez,
elevo a chama sem me
perder dentro de casa.

Lucidez,
os deveres do dízimo,
dôo a lágrima ao rio.

Lucidez,
sei iluminar e fluir,
luz de água.



II

Lucidez,
clandestino, não sei
me abandonar.

Lucidez,
abono quando fico
no escuro.

Lucidez,
e ardo sem queimar.

Carlos Besen
(2) no algaravial

 

 

Arquivos
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006

 

 

Powered by Blogger

Template by Ernesto Diniz



 

eXTReMe Tracker